Fernando Cyrino

Caminhando e saboreando a vida.

Textos

ORGULHO
O olhar de veneração para a linda rainha só tinha orgulho. Ansiava para que chegasse a hora em que os favores ao súdito fossem concedidos. Sua mirada continha um apelo: “venha logo, meu amor”. Enfim, ela se levantou, seria dele. Correu para a porta e ela já tinha, em mãos, a coleira. Eram felizes.

Fernando Cyrino
Enviado por Fernando Cyrino em 21/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras