Fernando Cyrino

Caminhando e saboreando a vida.

Textos

VIDA DURA
A automação do estacionamento com a chegada do parquímetro, roubou o ganha pão do Zeca. Tentou guardar carros numa rua mais afastada, mas o dono do lugar o expulsou a pancadas. A vista fraca, a ferida no pé, o cansaço da idade: provas de que não havia saída, ele perdera. Necessitava coragem, juntou uns trocados e comprou a garrafa de pinga.
Fernando Cyrino
Enviado por Fernando Cyrino em 22/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras