Fernando Cyrino

Caminhando e saboreando a vida.

Textos

A GARGALHADA
Esforçou-se demais para manter o semblante sério, fez caretas. Sentia como se várias mãos lhe fizessem cócegas. Diante de mil câmeras, o segurança, atrás do presidente, rezava para que a declaração terminasse. A gargalhada em rede nacional,  explodiu no momento exato em que sua excelência negou, indignado, ter culpa no ocorrido.
Fernando Cyrino
Enviado por Fernando Cyrino em 22/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras