Fernando Cyrino

Caminhando e saboreando a vida.

Textos

AS CARTAS DO GENERAL
Após deixar a prisão, o general se descobriu irremediavelmente só. Ninguém mais se importava e muito menos reclamava a sua ausência. Arrumou o artifício de postar, todo dia, uma carta para ele mesmo. Punha-se ansioso à espera do carteiro e ai daquele dia em que ele não lhe trouxesse correspondência.    
Fernando Cyrino
Enviado por Fernando Cyrino em 23/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras