Fernando Cyrino

Caminhando e saboreando a vida.

Textos

À ESPERA DE SUSANA

Largou o trabalho e saiu aflito. Nem tinha se assentado e havia pedido a cerveja para esperá-la. Ela não chegava e ele bebeu a segunda, a terceira e algumas outras. Pegou o carro e nem deu para ver o caminhão na curva. A cruz marca o lugar e Susana desconhece a perda do companheiro das sextas-feiras.
Fernando Cyrino
Enviado por Fernando Cyrino em 29/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras